Gêneros: da teoria literária às inovações na televisão

Jussara Peixoto Maia

Resumo


Este artigo considera a abordagem teórica das contribuições de estudos realizados no âmbito da literatura e da sociologia na formulação de uma teoria dos gêneros, numa dimensão discursiva e textual, e sua apropriação para análise de programas televisivos na perspectiva dos estudos culturais. A percepção dos gêneros como “horizontes de expectativas” da recepção e “modelos de escritura” para a produção, como uma mediação e a identificação de sua relação com as condições históricas e culturais do cenário social do seu surgimento apontam a produtividade da noção de gênero como uma chave metodológica capaz de orientar as análises de produções jornalísticas e televisivas. Para avançar até o nível textual dos programas telejornalísticos, utilizamos partimos da teoria da mídia e de estudos empíricos de pesquisadores culturalistas para investigar como, nos textos, os gêneros constroem e interpelam seus leitores a assumirem posição-de-sujeito, assumindo, portanto, um endereçamento através do estilo assumido, um modo particular de ser relacionado com a recepção.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Diálogos Possíveis. ISSN impresso 1677-7603
ISSN eletrônico 2447-9047