A abordagem psicológica da sexualidade na história da sexualidade de Michel Foucault

José E. X. Menezes

Resumo


Como as teorias psicológicas e as intervenções terapêuticas tornaram o sexo alvo privilegiado de seus interesses? O que justifica a gênese de um saber mobilizado significativamente a partir do sexo? Qual a razão de os saberes psi propalarem o seu silêncio em um sociedade que o faz rugir, ciciar, estrugir? O que esse saber ganha com este discurso flagrantemente avesso às ocorrências? Relendo o já clássico História da Sexualidade, busca-se encaminhar tais problemas. Deseja-se retomar a estretégia de Foucault para desconstruir a hipótese repressiva ao enfrentar os constructos psicológicos sobre/contra o sexo.
Palavras chaves: Foucault. Psicologia. Sexo.

ABSTRACT: How the psychological theories and the therapeutic interventions made sex it´s interests? What justifies the creation of a knowledge from sex? What is the reason of the psychological knowledge insists in the society repression of sex? What this knowledge gained from this discourse that has no objective materiality? Here I propose a reinterpretation of the now classic History of Sexuality to forward these problems. I wish understand the Foucault´s reflection to deconstruct the repressive hypothesis sustained by the psychological constructs on / against sex.
Keywords: Foucault. Psychology. Sex

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Diálogos Possíveis. ISSN impresso 1677-7603
ISSN eletrônico 2447-9047