Práticas educativas com sobredotados: sistematização dos contributos de meia década de literatura.

Cristina Costa-Lobo, Stéphanie Silva, Tania Stoltz, Enrique Vázquéz-Justo

Resumo


O conceito de sobredotação tem-se refletido numa problemática complexa, não possibilitando eleger uma definição única, universal e consensual. Devido a multidimensionalidade e complexidade do construto de sobredotação, surgem entraves referentes à identificação e consequente intervenção educativa com crianças sobredotadas e que sejam adequadas à especificidade de cada caso. A parte empírica deste trabalho incide sobre uma revisão sistemática da literatura, nomeadamente sobre a intervenção psicológica em contexto educativo, com o intuito de indagar os contributos da Psicologia para as práticas educativas com crianças sobredotadas. Foram considerados 92 estudos subordinados aos últimos cincos anos de investigação, como sendo full papers acessíveis e elegíveis para a presente investigação .Apresentam-se as etapas já concretizadas deste estudo nomeadamente: a questão de investigação central, a seleção de artigos tendo em conta os critérios de inclusão e de exclusão definidos previamente e os resultados da revisão sistemática quantitativa da literatura. Tendo em conta os resultados da revisão sistemática quantitativa da literatura, apresentam-se as categorias de qualificação já analisadas: fontes de indexação, data do trabalho, documento de publicação, perspetiva metodológica utilizada, método de pesquisa adotado, nacionalidade dos autores, quantidade de citações obtidas pelo estudo primário, tamanho da amostra e filiações dos autores. Este estudo aprofunda discussões que já veem sendo construídas, com o objetivo de refletir criticamente sobre as perspetivas emergentes e as direções futuras na intervenção psicológica com crianças sobredotadas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Diálogos Possíveis. ISSN impresso 1677-7603
ISSN eletrônico 2447-9047